Enquete BBB 18 Uol: Breno e Viegas estão no paredão, saiba qual deles será eliminado domingo

Enquete BBB 18 Uol: Breno e Viegas estão no paredão, saiba qual deles será eliminado domingo

07/04/2018 0 Por Marcos

Breno e Viegas (Reprodução/Internet)

Breno e Viegas disputam o 11º paredão do Big Brother Brasil 18 e amanhã, domingo (08 de abril) acontecerá a eliminação de um deles.  Na mesma noite acontecerá uma prova do líder com a formação de mais um paredão duplo. 
Quem será eliminado, Breno ou Viegas? 
 
Consultamos a enquete do Uol na manhã deste sábado (07/04) e ela aponta que Viegas deixará a casa mais vigiada do Brasil com 72,49% dos votos, Breno deve continuar no jogo, pois ele aparece com 27,51% dos votos. 
Formação do paredão

A formação do paredão foi inesperada para os brothers, pois aconteceu em uma quinta-feira após a prova do líder, eles esperavam que a formação fosse apenas depois no domingo. Kaysar novamente venceu a prova do líder e ele indicou Breno para o paredão, Viegas foi indicada para o paredão pelo voto da casa. 

Mahmoud defende Kaysar

Nesta sexta-feira, Mahmoud usou o seu Instagram para defender Kaysar das críticas que o sírio vem recebendo nas redes sociais. 

Mais uma vez tenho que escrever um texto em defesa do Kaysar para tentar conter esse bate-boca ridículo entre torcidas por causa de uma jaqueta de uma marca bem conceituada que o mesmo estava usando hoje. Desde quando o critério para a escolha do vencedor do BBB é a classe social a qual os candidatos pertencem? Por acaso, o reality se chama Mr./ Mrs. Pobre (com todo meu respeito às diferentes classes sociais). Embora não seja meu candidato preferido ao prêmio, trata-se de uma pessoa da qual me aproximei muito durante meu confinamento, justamente devido à semelhança entre nossas origens, idioma e histórias de vida. Não é segredo para ninguém que Kaysar o qual chamo carinhosamente de primo teve que deixar a Síria devido à eclosão da guerra civil que desde 2011 já provocou mais de 511 mil mortes. No cenário de uma guerra, todxs são vítimas independentemente da classe social, raça, cor, religião, gênero etc. Todxs se tornam suscetíveis a danos físicos, psicológicos, morais e financeiros. A guerra não escolhe quem quer matar, ferir, prejudicar… porque ela é a encarnação de tudo que há de desumano na vida. Eu cresci ouvindo minha família contando lembranças da guerra civil que eclodiu no Líbano em 1975 e durou mais de 15 anos. Felizmente, minha avó paterna tinha dois irmãos que já moravam no Brasil desde a década de 50 e foi sagaz e perspicaz o suficiente para “mandar” todos os filhos ao Brasil, pois não queria que nenhum deles se envolvesse na guerra. Não queria que nenhum deles tivesse o próprio futuro soterrado pelas ruínas dos edifícios que se demoliam um atrás do outro. Ninguém estava passando fome; não eram ricos nem pobres. Alguns sabiam nadar, outros não. Porém, isso não importa. Repito: A guerra não escolhe ninguém. Mas graças a Deus, o Brasil acolhe todos; façam jus ao carinho, respeito e calor humano pelos quais nosso país é conhecido mundialmente. Vocês podem não gostar do Kaysar, mas não desmereçam a história de vida dele, porque assim vocês desmerecem a minha também e a de todos aqueles que deixaram suas raízes para trás em busca de uma nova chance. PAZ! É a palavra que ele mais gosta!

 

Advertisement